Give me love

“Me dê amor como ele, porque ultimamente eu tenho acordado sozinha”. 

Escolhas. Tudo nessa vida gira em torno de escolhas. Quando criança, você não se torna amigo de alguém forçado, você escolhe ter essa pessoa do seu lado. Assim como eu escolhi você, e você a mim.

Não foi o destino, nem o universo, nem o impossível. Foi uma escolha. A escolha de responder a sua pergunta naquele bar, a escolha de pegar o seu telefone, a escolha de te mandar uma mensagem durante a madrugada, a escolha de me arriscar. Nós poderíamos ter escolhido não dar certo por causa dos nossos gostos diferentes, mas escolhemos funcionar, pelo que tínhamos de igual. Aquele seriado, aquele filme, aquela banda, aquela música.

O tempo passa, e nós escolhemos como vamos seguir. Entre ser um casal comum, e optar pelo diferente, nós escolhemos nos surpreender. Nada de brigas por horário, ou mensagens não visualizadas. Nada de falta de amigos, ou de momentos de risadas. Nós escolhemos ser um, mas ainda dois, para que ninguém perca a sua essência, para que ninguém se esqueça.

Como nenhuma história de amor é perfeita, as nossas escolhas também não foram. Em algum momento, as escolhas que antes eram uma, se tornaram duas, e ao mesmo tempo mais distantes. Você escolheu sair e não voltar, e eu escolhi ficar e esperar. Eu vejo os casais na rua, e eu fiz a minha escolha que veio como um pedido. Cuide bem da sua última escolha, porque nela está o meu coração.

Anúncios

Comente <3

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s